Início » Guia de marketing de conteúdo: tudo o que você precisa saber sobre dicas de marketing de conteúdo Plus

Guia de marketing de conteúdo: tudo o que você precisa saber sobre dicas de marketing de conteúdo Plus

por Marketing Digital Learn

O mercado online está cada vez mais competitivo com as marcas mimando e bombardeando os usuários com tantas opções que fica difícil escolher entre as opções disponíveis.

Estratégias de marketing poderosas que costumavam trazer resultados maciços há cinco anos não são mais tão eficazes e os profissionais de marketing estão procurando estratégias para usar e colocar seus negócios na cara de compradores em potencial.

Ao tentar alcançar milhões de clientes em todo o mundo, as marcas perceberam o valor que está oculto no conteúdo.

No entanto, há tanto conteúdo indesejado vagando pelas ruas da Internet que, a certa altura, tornou-se muito difícil para as marcas genuínas romper a confusão de lixo para transmitir sua mensagem ao público-alvo.

Mas há boas notícias. A internet ficou mais inteligente para agora filtrar conteúdo indesejado de conteúdo de qualidade.

Então, mais uma vez, o poder de controlar o mercado é colocado nas mãos do profissional de marketing. O conteúdo de qualidade é a melhor ferramenta de marketing e nenhuma outra estratégia ameaça o lugar que ocupa na geração de vendas e conversões.

Seth Godin é considerado por muitos como o padrinho do marketing moderno e, em 2015, ele fez a declaração ousada de que “o marketing de conteúdo é o único marketing que resta”.

Com isso, ele quis dizer que os profissionais de marketing devem criar conteúdo com o qual seu público realmente se preocupa e deseja consumir, em vez de criar conteúdo que contenha apenas anúncios velados e redefinidos.

As marcas agora estão aproveitando o conteúdo de qualidade para extrair o valor máximo dos orçamentos de marketing, garantindo que as pessoas certas possam encontrá-los quando precisarem.

Enquanto o marketing tradicional grita com clientes em potencial, o marketing de conteúdo fala com eles. Trata-se de dar ao público coisas que eles querem consumir e apresentar sua marca de uma forma útil que deixe claro que agregará valor à vida de seu cliente.

Quando o marketing de conteúdo é bem feito, os seguidores se tornam fãs e até promotores da sua marca porque você forneceu algo que eles desejam e precisam.

O que é marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma técnica de marketing de criação e distribuição de conteúdo valioso, relevante e consistente para atrair e adquirir um público claramente definido – para impulsionar a ação lucrativa do cliente.

A palavra-chave acima é valor. O marketing de valor define o marketing de conteúdo.

O conteúdo de valor agregado é definido como qualquer conteúdo ou informação exclusivo, original ou exclusivo que seu público não pode obter em nenhum outro lugar que forneça valor real a esse público por ser relevante e cumprir sua intenção de pesquisa.

Componentes de uma estratégia de marketing de conteúdo

Sua estratégia de conteúdo é um plano abrangente que descreve suas metas de marketing, as táticas que você implementará e as métricas que usará para medir a eficácia da estratégia. Essas estratégias incluem:

#1. Objetivos bem definidos

Cada peça de conteúdo que você produz deve ter um propósito; caso contrário, pode resultar em um desperdício significativo de recursos.

Você está produzindo conteúdo apenas por produzir? Você está criando conteúdo porque seu chefe gosta de ver novas postagens regularmente? Ou você está criando conteúdo apenas para impressionar o Google?

Há uma grande chance de que produzir conteúdo sem um objetivo claro esteja fazendo muito pouco pela sua marca.

Leia:   12 exemplos de marketing de prova social para impulsionar o crescimento do seu negócio

Toda estratégia de marketing de conteúdo precisa de objetivos bem definidos. Sem eles, você não saberá se sua estratégia teve algum impacto.

Metas a serem consideradas em sua estratégia de marketing

#1. Reconhecimento da marca: desenvolver o reconhecimento da marca é o objetivo mais comum do marketing de conteúdo. Ao gerar um novo conteúdo original que seus consumidores consideram interessante, relevante e que oferece valor, ele estabelece sua marca como uma voz que exibe experiência e autoridade.

Isso é muito crucial para o sucesso do crescimento do seu negócio.

#2. Fidelidade à marca: o marketing de fidelidade é uma estratégia construída em torno do crescimento e retenção de clientes existentes por meio de incentivos como presentes, descontos e/ou acesso exclusivo.

Os esforços de marketing de fidelidade são projetados para criar confiança, recompensando os clientes por seu envolvimento contínuo e lealdade à empresa.

Passe mais tempo com os clientes que você já conquistou e pare de perseguir agressivamente novos clientes.

#3. Envolvimento do cliente: o envolvimento do cliente tem tudo a ver com o fortalecimento do relacionamento da sua marca com os clientes por meio da interação contínua em vários canais. Isso pode ser definido como sua meta de marketing.

#4. Educação do cliente: o objetivo pode ser oferecer informações valiosas aos seus clientes, para mostrar a eles como usar o produto.

Também pode ser para mostrar a eles mais maneiras de usar seus produtos do que eles poderiam ter pensado anteriormente.

#5. Expandir para novos mercados: o objetivo pode ser expandir seus negócios, observando setores relacionados ou nichos de produtos em que você pode ter sucesso.

Ao definir seus objetivos, evite a tentadora tentação de sobrecarregar sua estratégia com muitos objetivos. Se você tentar fazer demais, não criará impacto suficiente em nenhum lugar. É melhor se concentrar em não mais do que três objetivos.

#2. História da marca

Brand Storytelling não pretende ser uma ferramenta de venda; é um método de construir um bom relacionamento forte com seus clientes.

A história da sua marca identifica quais são suas paixões e serve como base para todos os seus futuros desenvolvimentos de conteúdo.

Lembre-se de que sua história deve ser formada a partir da perspectiva de seu cliente, não de você. Sua história precisa abordar as coisas que seus clientes valorizam e os desafios que eles enfrentam na jornada de compra.

Contação de histórias de marca
Fonte da imagem : Unspun

#3. Personas do público

Obtenha uma melhor compreensão do seu cliente ideal – as personas do público permitem que você desenvolva uma compreensão muito mais profunda de seus clientes atuais e potenciais.

Você terá uma noção melhor de seus gostos, hábitos, informações demográficas, métodos de compras preferidos, pontos problemáticos e muito mais.

As personas do público são essenciais para o sucesso a longo prazo. Se você reservar um tempo para fazê-lo corretamente, seus esforços de marketing serão recompensados ​​dez vezes, pois sua empresa aumentará as vendas e a eficiência geral.

#4. Pesquisa Competitiva

A pesquisa competitiva é uma parte crucial de qualquer bom plano de marketing porque, em marketing, é sabedoria salomônica manter seus compradores próximos e comprar seu concorrente mais próximo.

Muitas marcas foram empurradas para fora da trilha de negócios por concorrentes dos quais nunca ouviram falar simplesmente porque nunca tiveram tempo para fazer pesquisas competitivas.

Leia:   Como escolher o melhor sistema de gerenciamento de afiliados?

Saber o que seu concorrente está fazendo ajudará você a se posicionar e posicionar seu produto firmemente dentro do espaço de mercado, impossibilitando que as marcas concorrentes o empurrem para fora da pista de corrida do mercado.

Pesquisar as estratégias de conteúdo de seus concorrentes não significa copiar o que seus concorrentes estão fazendo.

Lembre-se de que sua empresa tem sua própria história de marca. Você deve se apoiar nessa diferença e usá-la para se destacar de seus concorrentes.

A pesquisa competitiva também ajuda a identificar tendências benéficas do setor que você pode estar perdendo.

#5. Foco na palavra-chave

Toda empresa quer ficar em primeiro lugar nos mecanismos de pesquisa quando os usuários procuram palavras-chave ou frases-chave que correspondam ao produto comercial.

Eles são importantes porque são a âncora entre o que as pessoas estão procurando e o conteúdo que você está fornecendo para atender a essa necessidade.

Você deve adicionar o conteúdo dessas palavras de foco para ser mostrado próximo ao topo dos resultados da pesquisa.

Uma palavra-chave é importante porque ajuda você a escrever conteúdo que seu público vai adorar e os mecanismos de pesquisa vão recompensar. Palavras-chave dão foco e direção às marcas.

#6. Criação de conteúdo

O conteúdo é o fio vital do marketing. Um ótimo conteúdo é um ativo importante. Ele pode criar experiências positivas para seus clientes em potencial e obrigá-los a voltar para mais.

É o seu bilhete para capturar a atenção do seu público e reforçar continuamente uma impressão positiva da marca. Em outras palavras, se você não está criando conteúdo, está atrasado.

Ao passar pela persona do público, você entende qual é a preferência do seu público-alvo. Você pode aproveitar esse conhecimento para criar conteúdo adequado ao público.

Para criar conteúdo impactante, você precisa responder às seguintes perguntas para criar conteúdo eficaz

#1. Qual é o objetivo deste conteúdo?

#2. Quem é a sua persona?

#3. Onde na jornada do comprador esta peça está focada?

#4. Qual é a única coisa que você quer que eles se lembrem?

#5. Qual é a única coisa que você quer que eles façam?

Essas perguntas criarão clareza sobre a aparência da peça acabada. Eles são os roteiros para um processo de criação de conteúdo bem-sucedido.

Estratégia de criação de conteúdo

#7. Promoção e Distribuição

A distribuição de conteúdo é uma parte crucial do marketing, se não a parte mais importante da sua estratégia de conteúdo. Quero dizer, qual é a utilidade de um ótimo conteúdo se seu público não consegue vê-lo.

Há toda necessidade porque você sabe onde e como vai publicar e promover seu conteúdo; isso deve ser feito antes de você colocar a caneta no papel para criar seu conteúdo. Caso contrário, seu tempo e recursos podem ir para o ralo de mãos vazias.

#8. Medição e KPIs

Você implementou os componentes acima de uma estratégia de marketing de conteúdo, agora é hora de verificar o desempenho e o estado de saúde dessas estratégias para que você possa fazer ajustes críticos quando necessário.

Um indicador-chave de desempenho é uma métrica mensurável que demonstra o desempenho de uma empresa em relação aos seus principais objetivos de negócios, balanços trimestrais, objetivos de negócios e progresso em relação ao seu plano estratégico de 3 a 5 anos.

A medição de KPIs fornece aos proprietários de negócios um instantâneo imediato do desempenho geral de seus negócios. Conhecer e medir os KPIs certos ajudará você a obter resultados mais rapidamente.

Leia:   23 dicas para criar uma loja online de sucesso

Existem algumas perguntas que você deve se fazer nesta fase:

#1. Você atingiu o pico de satisfação do cliente? O objetivo final é determinar os fatores que afetam a satisfação do cliente e identificar as áreas de melhoria.

#2. Você aumentou a taxa de retenção de clientes? é mais econômico manter alguém no grupo do que atrair novos clientes.

#3. é mais econômico manter alguém no grupo do que atrair novos clientes.

#9. Declaração de missão

Uma declaração de missão de marketing de conteúdo define o propósito por trás de cada conteúdo que você criará para seu público como uma organização.

É conciso e facilmente compreendido pelo seu público, definindo claramente quem, o quê e onde o foco e a influência pretendidos do seu conteúdo.

A declaração de missão orienta o planejamento de marketing, declarando a finalidade do planejamento e revisando as metas e objetivos de negócios.

Ele também fornece uma estrutura de como o plano de marketing deve ser para atingir os objetivos da organização.

Como funciona o marketing de conteúdo

#1. Crie conteúdo valioso: o conteúdo valioso ajuda você a criar credibilidade e autoridade. Você pode usar conteúdo de qualidade para posicionar sua empresa como especialista no setor.

Com um ótimo conteúdo, você pode ajudar a mover os compradores rapidamente pela jornada do comprador. Blogs e outros tipos de conteúdo continuam a gerar tráfego muito depois de serem publicados.

#2. Compartilhe seu conteúdo online: usar a mídia social junto com seu marketing de conteúdo ajuda você a ganhar e construir links organicamente.

À medida que você constrói seus seguidores nas mídias sociais, você cria um grande número de seguidores que podem compartilhar seu conteúdo.

Como funciona o marketing de conteúdo
Fonte da imagem: Salesforce

Todo conteúdo que chega ao seu site deve ser imediatamente compartilhado em seus perfis sociais.

#3. As pessoas pesquisam on-line informações sobre sua empresa, produtos e serviços: quando você cria conteúdo de qualidade sobre tópicos relevantes, as pessoas podem encontrar sua empresa e aprender sobre ela.

#4. Você ganha mais conversões e vendas: usar o conteúdo certo com a voz certa para alcançar seu mercado-alvo aumenta seu tráfego orgânico .

Com o marketing de conteúdo, você se manterá na mente dos clientes e ganhará mais vendas e conversões a longo prazo.

#5. Você aumenta o reconhecimento da marca e a confiança do seu público: Você aumenta o reconhecimento da marca e a confiança do seu público.

O reconhecimento da marca é importante porque as pessoas têm maior probabilidade de comprar de uma marca que reconhecem e confiam.

Toda marca precisa ter e manter uma voz de marca única. A voz da marca é importante no conhecimento e no reconhecimento da marca, e é muito importante se a sua voz for identificável para o consumidor.

Conclusão

A indústria do marketing mudou significativamente.

A revolução das comunicações que se seguiu à internet é possivelmente a maior mudança desde a invenção da imprensa porque o ambiente de marketing moderno exigiu essencialmente que todos nós jogássemos o livro de regras pela janela e começássemos a inventar novas maneiras de conectar marcas com pessoas.

Você Pode Gostar