Início » 6 lições que as pequenas empresas podem aprender com o sucesso das minimarcas

6 lições que as pequenas empresas podem aprender com o sucesso das minimarcas

por Marketing Digital Learn

Como uma pequena empresa, você pode se perguntar como essas grandes organizações chegaram onde estão e seu segredo para o sucesso. Bem, há algumas coisas a aprender com o sucesso dessas marcas e, hoje, nosso foco são as Mini Brands da Zuru, que recentemente ganharam popularidade.

Como muitas pequenas empresas, as Mini Brands tiveram origens humildes. Eles surgiram como um componente de miniaturas e colecionáveis, mas logo ganharam força quando começaram a aparecer nas redes sociais . Esses produtos em miniatura não estão apenas se tornando itens colecionáveis, mas também servindo como ferramentas de marketing para as empresas.

Então, o que diferencia as Mini Brands e como as pequenas empresas podem se beneficiar de seu sucesso? Este artigo se aprofundará nas seis lições que as pequenas empresas podem aprender com o sucesso das minimarcas.

Sabia que ter uma boa marca é essencial para sua loja virtual? - Boxloja

O que são Mini Marcas e por que elas estão ganhando tanta importância?

As Mini Brands são réplicas em pequena escala de itens populares do dia a dia, como produtos domésticos, alimentos e bebidas. Esses itens em miniatura se tornaram uma mania entre colecionadores e entusiastas em todo o mundo, e sua popularidade disparou nos últimos anos.

Mas o que exatamente causou esse súbito aumento de popularidade?

  • Um fator é o surgimento de plataformas de mídia social como Facebook, Snapchat, Instagram e TikTok. Isso criou um novo espaço para os colecionadores mostrarem e compartilharem suas coleções com pessoas que pensam como você. Isso levou a um crescente senso de comunidade e ao desejo de colecionar o maior número possível de Mini Brands.
  • Outra razão para o seu sucesso é o fator nostalgia. Muitas dessas réplicas em miniatura são baseadas em itens dos anos 90 e início dos anos 2000. Assim, eles evocam uma sensação de nostalgia e um desejo de reviver essas memórias. Além disso, o tamanho pequeno e a embalagem fofa desses itens os tornam altamente atraentes para crianças e adultos.

Então, como essas histórias de sucesso podem ser aplicadas a pequenas empresas?

  • Em primeiro lugar, é importante notar que as Mini Marcas fazem sucesso não apenas pelo seu tamanho e fator nostalgia. Eles também fornecem uma experiência única e divertida para seus clientes. As pequenas empresas que procuram replicar esse sucesso podem fazê-lo concentrando-se na criação do mesmo. Isso pode ser feito por meio de embalagens personalizadas, lançamentos de edições limitadas ou eventos interativos.
  • Em segundo lugar, as Mini Brands mostraram o poder da construção de comunidades. Colecionadores e entusiastas de Mini Brands criaram um forte senso de comunidade por meio de mídias sociais e grupos online, o que ajudou a alimentar a popularidade desses itens em miniatura. As pequenas empresas também podem criar uma comunidade em torno de sua marca interagindo com os clientes on-line e criando um espaço onde eles possam se conectar uns com os outros.
  • Por último, as Mini Brands demonstraram a importância da qualidade sobre a quantidade. Apesar de seu tamanho pequeno, as Mini Brands são bem trabalhadas e meticulosamente projetadas, o que ajudou a construir sua reputação e aumentar seu valor. As pequenas empresas que desejam replicar esse sucesso devem se concentrar na produção de produtos de alta qualidade que se destaquem de seus concorrentes e agreguem valor a seus clientes.

As pequenas empresas podem aplicar essas histórias de sucesso fornecendo uma experiência única para seus clientes, construindo uma comunidade em torno de sua marca e focando na qualidade em detrimento da quantidade. Isso pode criar uma marca memorável que tem uma vantagem sobre a concorrência e ressoa com seus clientes.

Leia:   8 golpes de marketing de afiliados para evitar em 2023

Como criar uma boa experiência para o cliente delivery

Lição 1: Embale com alto valor e continue melhorando a qualidade

No mercado competitivo de hoje, os clientes estão sempre procurando o melhor valor e estão dispostos a pagar por produtos que atendam às suas expectativas. Portanto, as pequenas empresas devem sempre focar em melhorar a qualidade de seus produtos e encontrar maneiras de se destacar da concorrência.

Para conseguir isso, as pequenas empresas devem investir em pesquisa e desenvolvimento para garantir que produzam o melhor produto possível para seus clientes. Ao investir em P&D, as pequenas empresas podem identificar áreas de melhoria em seus produtos e acompanhar as mudanças nas preferências e tendências dos clientes. Isso lhes permite criar produtos que não são apenas de alta qualidade, mas também relevantes e atualizados.

Outra maneira pela qual as pequenas empresas podem agregar alto valor a seus produtos é oferecendo recursos ou serviços adicionais que os concorrentes não oferecem. As pequenas empresas também podem procurar maneiras de agrupar seus produtos ou oferecer descontos quando os clientes compram vários itens.

Por exemplo, a Mini Brands é conhecida por uma coisa que torna seus produtos muito melhores do que qualquer outra réplica de brinquedo em miniatura – atenção aos detalhes. Seus produtos são extremamente bem feitos e têm a mesma semelhança com os produtos que estão tentando replicar. Este é um valor de alto nível que outras marcas em miniatura não oferecem. Esse nível de atenção requer um orçamento maior e fabricantes especializados.

Lição 2: Crie um Elemento de Distinção de Marca

Uma marca nunca é apenas um logotipo ou uma frase cativante, mas sim a percepção geral dos consumidores sobre o seu negócio. Estabelecer uma forte distinção para sua marca que ressoe com seu público pode fazer toda a diferença no mundo ao se destacar em um mercado lotado.

Por exemplo, a Mini Brands trouxe o elemento surpresa para seus produtos. Os compradores não sabem o que há dentro da embalagem, especialmente suas misteriosas cápsulas colecionáveis. Além disso, eles foram grandes na coleção. Eles aumentaram o valor de suas miniaturas por meio de parcerias com influenciadores. Isso, por sua vez, fez as pessoas quererem colecionar todas as mais de 70 minimarcas. Esta é uma distinção que esta marca ‘ZURU’ criou.

Se você não tiver certeza de qual ângulo de distinção adotar, faça uma pesquisa de mercado. Envolva-se com os clientes para saber o que eles querem e o que seus concorrentes não conseguem fornecer. Isso significa não apenas vender produtos ou serviços, mas conectar-se pessoalmente com os clientes. Uma maneira de fazer isso é por meio da mídia social, onde você pode responder às perguntas e comentários dos clientes, compartilhar conteúdo dos bastidores e até mesmo envolver os clientes no desenvolvimento do produto.

Lição 3: Estabeleça uma Presença Online

Na era digital de hoje, ter uma presença online sólida é extremamente crítico para o sucesso de pequenas empresas. Com a ascensão do comércio eletrônico, os clientes estão procurando por empresas online mais do que nunca. Um estudo da Retail Dive descobriu que 87% dos compradores iniciam a pesquisa de produtos online. Isso significa que ter um site e um plano de marketing digital robusto é essencial para pequenas empresas atrair e fidelizar clientes.

Um dos principais benefícios de estabelecer uma presença online é a capacidade de atingir um público mais amplo. Com um site, as pequenas empresas podem expandir seu alcance além de sua área local e atrair clientes de diferentes regiões e países. Isso é particularmente importante para empresas especializadas em produtos ou serviços exclusivos que podem não estar prontamente disponíveis localmente.

Leia:   Como contratar um freelancer de marketing de afiliados para o seu negócio

Você verá Mini Brands sendo vendidas principalmente online na Amazon, eBay e outras plataformas de comércio eletrônico. Eles sabem que os pneus estão mudando e quem estabelecer uma presença online sólida desde o primeiro dia acumulará melhor reconhecimento de marca e credibilidade em termos de avaliações online.

As pequenas empresas devem investir em um site amigável e visualmente atraente para estabelecer uma sólida presença online. O site deve fornecer todas as informações necessárias sobre os produtos e serviços da empresa. Além disso, ele precisa incluir maneiras fáceis para os clientes entrarem em contato com a empresa.

A otimização de mecanismo de pesquisa e o marketing de conteúdo são cruciais para estabelecer uma presença online. As pequenas empresas podem melhorar a visibilidade do mecanismo de pesquisa e atrair tráfego orgânico otimizando o conteúdo e a estrutura do site para os mecanismos de pesquisa. A criação de conteúdo de alta qualidade, como postagens de blog (como esta) e atualizações de mídia social, também pode ajudar a estabelecer sua pequena empresa como um líder de pensamento e aumentar sua visibilidade online.

Características de uma marca de sucesso

Lição 4: Desenvolva uma Comunidade de Apoio

Quando os clientes se sentem conectados uns com os outros e com a marca, é mais provável que eles se tornem leais e ofereçam um boca a boca positivo, e o desenvolvimento da comunidade é o caminho certo para conseguir isso.

Ao desenvolver uma comunidade solidária, as pequenas empresas podem fornecer aos clientes um lugar para se conectar e compartilhar suas experiências com a marca. Isso ajuda a promover a confiança e a lealdade entre a empresa e o cliente.

Uma maneira de criar essa comunidade é por meio de plataformas de mídia social. As empresas podem criar perfis em sites populares de mídia social e interagir com seus clientes de forma significativa. Isso pode incluir responder a perguntas, responder a comentários ou fornecer conselhos úteis.

Por exemplo, existem vários grupos no Facebook associados a Mini Brands com os nomes ‘Mini Brand Addicts Unite’, ‘Zuru Mini Brands Surprise Buy, Sell, Trade’ e ‘Mini Brand Lovers’, para citar alguns. Embora a empresa proprietária da Mini Brands; Zuru não fez nenhum grupo oficial, tendo um senso de comunidade entre as pessoas que os derivou para fazer o seu próprio.

Como uma pequena empresa, você não precisa repetir o erro de Zuru, você pode criar e construir sua comunidade online para estar mais próximo de seus clientes e se posicionar em suas mentes.

Também é importante mostrar aos clientes que sua voz é importante. Ao mostrar que está ouvindo e considerando o feedback deles, você pode demonstrar que está investindo na satisfação deles. Isso pode significar introduzir novos recursos com base no feedback do cliente ou fornecer recursos que os clientes possam usar para obter respostas para suas perguntas.

As empresas também devem procurar maneiras de interagir com os clientes offline. Eles podem organizar encontros ou lançar programas de fidelidade. Ao fazer isso, as pequenas empresas podem construir ainda mais relacionamentos com seus clientes e garantir que suas vozes sejam ouvidas.

Leia:   12 razões pelas quais o ChatGPT não substituirá seus redatores de conteúdo

Lição 5: Conecte-se com influenciadores

As pequenas empresas geralmente lutam para atingir seu público-alvo, especialmente com orçamentos de marketing limitados. Nesses casos, conectar-se com influenciadores pode ser uma excelente técnica para aumentar o alcance de sua marca.

Utilizar influenciadores para divulgar a mensagem da marca pode ser incrivelmente eficaz, permitindo que a marca alcance um público mais amplo rapidamente. Encontrar o ajuste certo para a marca é essencial ao trabalhar com influenciadores. O influenciador deve ter um público-alvo que corresponda à base de clientes da pequena empresa. Isso garante que a campanha seja relevante para o público do influenciador e produza os resultados desejados.

Por exemplo, se uma pequena empresa vende equipamentos de fitness para mulheres, faria sentido fazer parceria com um influenciador de fitness com um público principalmente feminino. O influenciador poderia criar conteúdo apresentando e recomendando o equipamento para seus seguidores. Isso aumentaria a visibilidade da marca e potencialmente impulsionaria as vendas.

Criar uma parceria que beneficie tanto o influenciador quanto a pequena empresa é crucial. O influenciador deve ser remunerado de forma justa pelo seu trabalho, seja por meio de pagamento ou troca de produtos. Em troca, a pequena empresa se beneficiará do aumento da exposição e, potencialmente, do aumento das vendas.

Lição 6: Invista na experiência do cliente

No mercado competitivo de hoje, a experiência do cliente emergiu como um dos fatores mais vitais para determinar o sucesso de um negócio. Uma experiência positiva do cliente promove a fidelidade do cliente, melhora as taxas de retenção e gera avaliações positivas e recomendações boca a boca. Portanto, as pequenas empresas devem criar uma experiência positiva para o cliente para se diferenciar de seus concorrentes e obter uma vantagem competitiva.

O primeiro passo para criar uma experiência positiva para o cliente é focar na satisfação do cliente. As pequenas empresas devem entender que a satisfação do cliente não é apenas fornecer um excelente atendimento ao cliente. Trata-se de atender ou superar as expectativas do cliente em todos os pontos de contato da jornada do cliente. A jornada do cliente inclui todas as interações do cliente com uma marca, desde o momento em que a conhecem até quando se tornam leais.

Para entender a jornada do cliente, as pequenas empresas podem mapear todos os pontos de contato e interações que um cliente tem com sua marca e identificar áreas onde melhorias podem ser feitas. Por exemplo, as empresas podem examinar o layout do site, ofertas de produtos, prazos de entrega, políticas de devolução e procedimentos de acompanhamento para garantir que estejam alinhados com as expectativas do cliente.

Ao fazer isso, as empresas podem identificar áreas em que os clientes podem sentir atrito ou frustração e fazer melhorias para criar uma experiência positiva e contínua.

Palavras de despedida

As pequenas empresas podem aprender muito com o sucesso das Mini Marcas da Zuru. Como vimos, essas pequenas estatuetas conquistaram o mundo e sua popularidade continua a crescer.

No entanto, não é o tamanho dessas marcas que as tornou bem-sucedidas, mas sim as estratégias que empregaram.

Você Pode Gostar